Coluna "Sentimento de Fã", por Ramon Rodrigues

segunda-feira, 1 de abril de 2013

# Episódio 10 (Março/2013): Cem Anos de "Ivetidão"


Ah, que bom! O Blog Estação Sangalo está de volta! Já não aguentava mais a ansiedade de ter nosso amado site de volta, e meu amado espaço de escrita também. Espero que estejam gostando da volta do blog e espero que vocês gostem cada vez mais da coluna do autor que vos fala.

Nosso episódio de hoje nos leva até 1936 (ou 1937, infelizmente não sei ao certo), quando nasce ninguém mais, ninguém menos que Maria Ivete Dias. Ela mesmo, a mãe de Ivete. A partir daí começa uma história abençoada, um sentimento de alegria, misturada com bençãos vindas de todos os lugares! Darei o nome de "Ivetidão" a esse clima, que se formou desde aquele momento. Ela já nasceu com o brilho no olhar, e com a missão de por ao mundo, 35 anos depois de seu nascimento, alguém que nós conhecemos muito bem, não é verdade? Mas, enquanto este grande momento não acontecia, Dona Maria Ivete foi, entre tantas coisas, professora. E como vimos ontem no "Esquenta!" de Regina Casé, ela ajudou no surgimento da Biblioteca do Paiaiá, no meio do sertão baiano, em 1959. Hoje, essa biblioteca é a maior do mundo instalada em área rural.

Já casada com Alsus Almeida de Sangalo, e com cinco filhos, a queridíssima Maria Ivete Dias de Sangalo, enfim, deu à luz, no dia 27 de Maio de 1972, sua filha caçula. Ivete Maria, a Veveta. E de lá pra cá, ela ganhou o mundo! Com o respeito enorme que tinha pelos pais, sempre deu indícios de que seu brilho quebraria fronteiras. E hoje ela levanta multidões. No passado, fez história à frente da Banda Eva, e dedicava tudo que fazia ao casal que lhe fez acreditar que a vida vale a pena.

Alsus morreu quando Ivete tinha 16 anos. E, infelizmente, já com 64 anos de "Ivetidão", em 2001, Dona Maria Ivete nos deixa, fazendo com que Ivete Maria fique desolada. Mas, já que, infelizmente, o show não pode parar, Dona Maria Ivete deu passagem para que Ivete Maria continuasse a disseminar a "Ivetidão" pelo mundo. E está conseguindo com grande êxito! Brasil, Argentina, Portugal, Espanha, Itália, Peru, Estados Unidos, Angola... o mundo aos poucos está conhecendo a "Ivetidão".

E como será em 2036 (ou 2037), quando Dona Maria Ivete completaria 100 anos? Neste ano, Ivete Maria fará 64 anos, idade que sua mãe tinha quando se foi, ou 65, um ano a mais. Marcelinho terá  27 anos! Ou 28... e nós? Quanto anos teremos? Quanto tempo de mundo fã teremos? Quantas coisas vão acontecer? Isso não podemos saber. Mas com toda certeza vamos ter a benção de Dona Maria Ivete para que tudo fique da melhor maneira possível. Que o orgulho que sua filha sente tome o lugar da saudade, e faça com que nós fãs tenhamos mais orgulho e prazer em ajudar a espalhar a "Ivetidão" pelo mundo.


Ramon Rodrigues




Para dar uma conferida nos episódios antigos da coluna "Sentimento de Fã", clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário