Ivete Sangalo sai em defesa dos gays: "É ignorância se discutir a orientação sexual de qualquer um"

terça-feira, 28 de julho de 2015


Uma das principais festas voltadas para o público gay no Rio de Janeiro, a Chá da Alice, do produtor Pablo Falcão, comemora 6 anos na próxima sexta-feira (31) em grande estilo - Ivete Sangalo será a grande atração do agito, que acontece no Rio Centro. Na ocasião, a balada foi, digamos, apelidada, de Chá da Veveta, em homenagem à musa baiana. "Os cariocas podem me esperar, porque vou chegar chegando, daquele jeito que 'mãinha' gosta. Mandei fazer uma roupa nova e estou preparando um repertório especial para esta noite, que tenho certeza que será inesquecível", diz ela à coluna. Uma das preferidas pelo público LGBT, Ivete bateu um papo com a coluna sobre sua relação sobre seus fãs gays. "Não entendo, nessa altura do campeonato, se discutir a orientação sexual de qualquer pessoa. É até uma ignorância", afirma ela. Além de Ivete, a festa conta com os DJs Giordanna Forte, Thiago Araújo e Pablo Almeida, que agitam tocando clássicos dos anos 90, funk e pop.
Como é a sua relação com os fãs gays?
Tenho 22 anos de carreira, sempre tive fãs de todas as orientações sexuais. Na verdade eu nunca notei o gay, o hétero, sempre respeitei a minha relação com os fãs, que é de amor mútuo. Então, nunca segmentei qualquer parcela do meu público, nunca levei a orientação sexual de um fã, de um amigo, de alguém que trabalhe comigo, em consideração.
O que acha de ser uma das artistas preferidas pela comunidade LGBT?
É uma honra. Tenho histórias lindas dos meus fãs que se descobrirem homossexuais. Muitos me contam que ao terem passado por problemas com suas famílias, eu de certa forma os ajudei com a minha música, com a minha arte, alegrando momentos difíceis pelos quais eles passaram. Já me disseram, inclusive, que eu ajudei a levar paz e alegria para seus corações...olha que bacana?
Como vê o momento de conquistas dos gays?
De que adianta ter tudo na vida, se não se tem a liberdade de se relacionar com quem se quer, de externar o que realmente se sente? Estamos falando de direito e respeito. E é tão honesto você amar verdadeiramente uma pessoa, seja ela quem for, isso independe da sua escolha sexual. Para mim, soa até estranho abordar essa questão, porque ela é tão orgânica: você ama aquela pessoa e pronto, é muito simples. Não importa a altura, a cor, o sexo. É amor, puro e simples. Discutir isso é louco, é até ignorância.
Ivete e alguns personagens da festa Chá da Alice  (Foto: Divulgação)
Ivete Sangalo com os personagens da festa Chá da Alice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário